Visitante!
Faça seu Login ou Registre-se!

Galeria de Jogos

Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Mensagens - Manec

Páginas: [1] 2 3 ... 78
1
Histórias - Exposição e avaliação / Viagem no papel
« Online: 12 Dez 2017, 23:50 »
Um ótimo conto, como o outro que li. Eu amo coisas simples, não de forma técnica, mas de coração. É um daqueles textos fofinhos que alegra a gente quando lê :3

2
Já votei. Como o Pako disse acima, a escrita do Poe é muito madura, definitivamente. Mas eu gostei da escrita de ambos. Apesar de algumas coisas que me parecem falta de revisão  ( :paperplease: ), ambos os textos têm uma qualidade decente de escrita. No texto do Poe, em especial, eu acabei soltando uma risadinha no final — na parte das vacas. Me pergunto se esse era o objetivo. Quando ao texto do Pako, não me pareceu tão bem colocado o momento. Quero dizer, não causa muito impacto, já que não conheço a Luna, nem o gato Felix e nem o sino. Talvez, uma breve descrição anterior ou um início realmente inesperado fizessem o texto ser ainda melhor. Apesar disso, eu também gostei do texto.

3
Nem valeria mais a pena comentar visto o meu atraso kkk
Bem, seja bem-vinda. É legal ver o povo curtindo games de RM sem mexer com ele — isso anima o pessoal pra fazer mais games, conhecendo a possibilidade de um público. Bem, Jack, acho que tu pode gostar daqui, então espero que goste o/

4
Histórias - Exposição e avaliação / Ictasis nº1: Utopia
« Online: 09 Dez 2017, 10:57 »

ICTASIS Nº1: UTOPIA

Em primeiro lugar, olá. O texto que coloco abaixo se trata do prólogo e de um pedaço do primeiro capítulo do livro que estou escrevendo. A história parte do recomeço de uma antiga guerra no vale de Ictasis. Estou em busca de avaliação, para entender se o texto está decente. Não coloco o capítulo inteiro porque é realmente grande.

"Os ursos polares — que já foram pardos, mas exilados — retornam para conseguir vingança. Enquanto o combate ocorre, algumas aparições de humanos esquisitos nas terras de Ictasis causam indagação: de onde eles vêm? Por que eles vêm? Seria mais fácil se eles soubessem responder, mas Octto mesmo — uma dessas pessoas e um dos protagonistas — não sabe responder. Seu quarto encolheu até parecer uma caixa, uma luz tomou sua visão e, assim que pôde voltar à enxergar, estava numa floresta esquisita. Por azar, ele acaba entrando na confusão entre pardos, polares e humanos, sendo levado para o lugar de onde os exilados voltaram."

Spoiler
PRÓLOGO

EMPECILHO
Mais uma manhã chegava. Octto escovava os dentes de cara para a janela, enquanto seu café esfriava sobre a mesa. Mas uma dor terrível o fez cair na cama. Ainda estava acordado, mas não se sentia capaz de se levantar. O seu quarto começou a se compactar: as paredes se aproximavam de seu corpo. Ele até pôde ouvir a voz do pai: “Eu já disse que vou te expulsar, empecilho!” — ele não sabia que Octto estava passando mal. Foi então que a visão de Octto começou a se clarear, ao ponto de tudo ficar branco. Ele desmaiou.

CAPÍTULO 1 – INOPINADO E FULMINANTE

POLARIS, O URSO
Já era tarde, mas o grupo de Reiss continuava a andar. Polaris era a chave de tudo dessa vez, precisava ficar atento. O grito de Huggo tirou sua concentração por um minuto, mas Reiss o fez se recuperar. Estava acordado fazia dois dias, mas agora era o momento mais importante: atravessar o pequeno relevo nevado que separava Ictasis de Ogardo. Era relativamente alto e íngreme, parecia uma parede. Também era o final de um estreito corredor, que terminava no Beco Polar. Polaris deveria fazer todos os trenós atravessarem o corredor e subirem o paredão de neve, sem serem avariados.
— Espero que saiba o que está fazendo. — Disse Reiss, que estava no mesmo trenó que Polaris.
— Sim. Quando eu falar, abaixe a vela, senhor. — Estavam se aproximando do corredor. Assim que as pás tocaram o solo certo, Polaris deu o sinal. Reiss abaixou as velas. Ele puxou as pás, a barriga do trenó passou a tocar o chão. Os outros ursos lançaram as correntes, Reiss amarrou todas elas. Todos abaixaram as velas, assim como Polaris. Com a barriga no chão, ele escorregava facilmente — era esse o objetivo, afinal. Os outros ursos pularam dos trenós, deixando tudo mais leve. Com isso, Polaris subiu a parede com o trenó e saltou até o chão arenoso de Ictasis. O exército escalou o paredão com as garras, finalmente estavam do outro lado.
— Bem feito, novato. Muito bem feito. — Reiss deu a ordem para que escondessem os trenós, iriam invadir Omá nas próximas horas, caso uma avalanche ocorresse, perderiam os trenós. Por isso precisavam atravessá-los.

DOMIYA, O CAVALEIRO
Estava frio no salão, mas Ernhel não fechava as janelas. Queria ter certeza de que qualquer som pudesse ser ouvido. Estava estranhamente assustado e, quando lhe perguntavam sobre o motivo, dizia que estava com um pressentimento ruim. Domiya não se incomodava com o frio, continuou caminhando na direção da cadeira do governador, que estava voltada para a janela.
— Veio antes do horário combinado. — Disse Ernhel, sem olhar para os olhos dele.
— Se quiser, senhor, posso retornar em outra hora. — Ele se ajoelhou, sabia que ele não diria um “não”.
— Como está o exército?
— Mobilizado, mas confuso pela sua paranoia, senhor.
— Ah sim... diga para eles que eu tenho ouvidos lá. — Se virou para Domiya.
— Isso não os deixaria ainda mais confusos, senhor?
— Se prepare para defender Sativa, caso nada aconteça hoje, pode desmobilizar as tropas. — Deu o sinal para que Domiya saísse, se virando novamente para a janela. Ainda estava observando.

OCTTO, O IMPRESTÁVEL
Enquanto as coisas importantes aconteciam, Octto acordava na floresta. Ele não a conhecia e não sabia o que o levava até ali, mas era ali que ele estava. Levantou por um minuto e caminhou pela clareira. Não achou nada. Começava a coçar a cabeça, como costumava fazer enquanto se estressava. Mas logo, uma voz alta e cheia de calor interrompeu seu momento de perturbação. Por um momento, Octto acreditou que tinha achado alguém. No outro, se viu falando com um rato, o que parecia esquisito para ele.
— Tire os pés daí! Eu passei horas abrindo essa passagem na grama, me deixe atravessar! — Dizia o camundongo, gritando com fervor.
— De... desculpa. — Ele se afastou. Antes que o rato pudesse voltar a pragueja-lo, os passos firmes que vinham do fundo da floresta o calaram. Eram ursos pardos, corriam para o deserto.
— Sax? — Disse, espantado.
— E você também. Venha rápido, não temos muito tempo. — Assim que disse isso, o rato saiu correndo. Octto o seguiu, não queria ficar sozinho ali. Nem sabia onde estava. Seguiam para o deserto. Os pés dos pardos esmigalhavam a grama, um rastro notável era deixado por onde eles passavam.
Seguiram pela mesma direção por uma hora e, após atravessar um pequeno riacho, finalmente chegaram no deserto. Dessa vez, os pés dos pardos levantavam poeira. Octto mal podia ver. Do outro lado do deserto, outra raça de ursos levantava poeira.

AS PATAS DOS POLARES
Conforme seguiam pelo deserto, as patas dos polares ardiam. Nunca tinham pisado em nada tão quente, mas seguiam firmes. Ao final da tarde, deveriam terminar seu ataque. A cidade de Omá, numa cratera dentro do deserto, já podia ser vista. A nuvem de poeira que os ursos pardos criaram também estava visível. Eles pensaram que se tratava de uma tempestade, então aceleraram o passo para não encontrar com ela.
— Portões de ferro... — Disse Polaris.
— Vamos derrubar. Se preparem, todos vocês! — Reiss gritou, todos ouviram.
— Espere... — Polaris interrompeu.
— O que foi?
— Estão abertos... os portões estão abertos. — Apontou para uma pequena abertura.
— Fácil demais... isso é esquisito. O que acham? — Reiss abaixou o tom, os outros ursos começaram a discutir entre si. Huggo tomou a frente.
— Não sabemos o quão desleixados podem ser esses malditos humanos. Acho que, mesmo que seja uma armadilha, não será capaz de nos atrapalhar.
— Eu concordo... é impossível que eles prevejam nosso ataque... — Polaris roubou o olhar de Reiss, que concordou com a cabeça.
— Tudo bem. Iniciem o ataque! — O comando retomou a bravura dos ursos. As patas dos Polares voltaram a bater.

A INTUIÇÃO DE ERNHEL
Os ursos polares acabavam de chegar ao território humano. Ernhel os viu pela janela.
—Mandem chamar o Domiya. — Ele disse, apoiado na porta.
— Já estou aqui. Disse para que eu voltasse a cada uma hora, se esqueceu? Diga, senhor. — Ele se ajoelhou mais uma vez.
— Ali. Estão atacando Omá. Eu falei que algo de ruim aconteceria, não falei?
— Me descul-
— Pedir desculpas não faz você parecer menos imbecil. Mobilize o exército, vão para a cidade vizinha.
— Não deve dar tempo.
— Eu não perguntei, Domiya. Apenas faça o que mandei. — Ele voltou para perto da janela.
— É claro, meu senhor. — Domiya deixou a sala novamente.
O cavaleiro desceu as escadas correndo e foi até o quartel, no térreo. Gritou para que as tropas se preparassem. Eles já estavam preparados, temiam que Ernhel fosse checa-los. O grupo de Domiya seguiu para Omá, mas não chegariam antes dos ursos pardos.
[close]

5
Bonitão. Eu não tinha visto nenhum problema, mas agora que o Virgyl falou, concordo com ele. Belo trampo. E por falar em trampo, boa sorte pra animar isso aí kkk quem manda fazer essas coisas bonitas que dão inveja na gente?  :e.e:

6
Concursos e Eventos / RESULTADOS - Pixelarteria #1
« Online: 07 Dez 2017, 07:33 »
Eu tava fora, quando voltei, esqueci de comentar. Desculpa o atraso, claro  :cowboy:
Eu curti muito as P.As, principalmente a do Alisson. Não cheguei a votar, mas ficaria em dúvida entre a P.A. dele a do Uddra, que também ficou magnífica. As outras também ficaram muito boas. Curti a do Maxuel, é o Cavaleiro sem Cabeça, né? Eu gosto muito dele.

7
Músicas - Exposição e avaliação / Alone With Numbers
« Online: 07 Dez 2017, 07:24 »
Gostei. Combinou muito com a temática mais infantil. Até me lembrou aqueles jogos de fazer bolo, sabe? Eu gosto muito das coisas que tu faz, sempre adapta bem ao tema, sem perder a qualidade de sempre. Adorei <3

8
Histórias - Exposição e avaliação / Suspensão do Amor
« Online: 07 Dez 2017, 07:21 »
Poxa, gostei muito. Tua forma de escrever faz o texto parecer real, um daquelas histórias antigas, pequenos contos românticos. Um ótimo texto  :coffee:

9
Histórias - Exposição e avaliação / Nosso Paraíso
« Online: 07 Dez 2017, 07:16 »
Antes que eu siga com o tópico, não sei escrever poemas. Sim, sim. Também não costumo escrever o gênero, talvez por não saber muito. Esse é algo que apareceu na minha cabeça, foi do nada. Não achei que ficaria interessante num texto comum — uma crônica ou um mini-conto, talvez um textículo — por isso escrevi assim.

Aqui está:


Nosso Paraíso

Assim como a gota
se perde no rio
eu me perco nas palavras.

É a mais pura verdade,
não sei o que dizer.

Talvez é disso
que sai o meu sentimento,
meu motivo para escrever.
A falta dessas palavras
me motiva.

— Se lá no fim
não houver um paraíso,
criamos o nosso,
tudo bem?

Ouvi quieto,
olhando fundo.
Não tive as palavras
certas para responder.

É a mais pura verdade,
não sei o que dizer.

Talvez essa falta,
vazia e melancólica,
é que matou
o nosso paraíso.

Tá aí. Ficou muito ruim?  :medo:

10
Ideias iniciais / Preço do Desejo
« Online: 07 Dez 2017, 06:54 »
Tu sabe que eu amo os teus desenhos, então nem preciso citar u-u
Falando nisso, essa protagonista parece a Shizuku de HxH, não?  :cowboy:

11
Disputa Épica / Ala de Desafiantes - Disputa Épica
« Online: 02 Dez 2017, 16:11 »
@Pako - Se tu quiser... estou livre para um duelo.

12
Artes gráficas - Design / Side-scrolling Tutorial !
« Online: 27 Nov 2017, 22:09 »
Não gostei, ficou bonito demais.
É legal ver um tutorial desse tipo aqui, principalmente de alguém como você, que é um exemplo incrível para ser seguido nessa área — desenhinhos safados. Além disso, tu faz esse tópico gostoso de ler. Tô com inveja u-u

13
Pixel art - Exposição e avaliação / Cutsenes do jogo
« Online: 27 Nov 2017, 22:05 »
Realmente ficou muito bonito (kawaii u-u) eu sou apaixonado por esse estilinho, então sou suspeito à falar. Mas, de qualquer forma, belas artes, eu curti bastante. Continua assim, tu evolui bem rápido.

14
Resources RM MV / Tileset de plantação e granja
« Online: 27 Nov 2017, 18:22 »
Bonitinho esses tiles. Tanto pra jogos estilo Harvest Moon quanto pra RPGs (sidequest life u-u)

15
Eu não vi muitos animes, não tantos quanto o Alisson. Muitos daí eu droppei, não gostei ou ainda preciso terminar, mas aqui tá a minha listinha:

Spoiler
Soul Eater<3;
Soul Eater NOT<x3;
K-ON!<3;
K-ON!!<3;
Boku dake ga Inai Machi(Erased)<3;
Hunter X Hunter (1999)<3;
HunterXHunter(2011)<3;
Little Witch Academia;
Code Geass – Lelouch of Rebellion;
Shingeki no Kyojin(1ª & 2ª temps);
Boku no Hero Academia (1ª temp);
Love Lab;
Paranoia Agent<3;
Yu-Gi-Oh!;
Pokémon;
One Piece<3;
Dragon Ball;
RE: Zero;
Sword Art Online;
Mirai Nikki;
Barakamon<3;
Fullmetal Alchemist<3;
Fullmetal Alchemist Brotherhood<3;
Os Cavaleiros do Zodíaco(algumas sagas, algumas partes)</3;
Highscool<xxxxxxxxxx3;
Charlotte;
Inazuma Eleven<3;
Death Note;
No Game No Life;
Yu Yu Hakusho;
Black Clover <xxxxxxx3;
Steins Gate<3;
Danganronpa;
Ghost in the Shell (Filme);
Noragami;
Drifters;
Prison School;
Digimon;
RE: Creators;
Princess Principal;
Akatsuki no Yona;
Beyblade;
Fairy Tail<xxxx3 ._.;
Eromanga-sensei;
Naruto.
[close]

Páginas: [1] 2 3 ... 78
Versão Mobile