Páginas:
Ações
  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 21 Fev 2016, 00:05 »


    Ficha Técnica
    Autor: Virgílio (Virgyl)
    Gênero: Fantasia Medieval & Drama
    Iniciado em: 30/12/2013
    Engine: RPG Tkool MV
    Plataforma: Microsoft Windows, Linux & Mac





    Notas do Autor
    Mesmo sendo meu primeiro e único projeto atualmente, o Acellus é, com toda a certeza, um projeto que eu tomei um cuidado extra com o enredo e com sua estética em geral, que em tese, aumentaria ao máximo a imersão; coisa que nunca teria capacidade de fazer sem a inspiração que tive de uma série de obras diferentes, como: The Witcher, Crônicas Saxônicas, The Legends of Zelda, As Crônicas de Gelo e Fogo, Final Fantasy, entre outras séries de incríveis obras.

    Ao revisar todo o roteiro (Coisa que fiz dezenas de vezes) tentei fugir ao máximo do clichê da "criança do interior de uma linhagem secreta que conhece um personagem interessante e mais alguns outros guerreiros de papelão" sem sair da premissa inicial, o que não foi uma tarefa fácil; porém posso garantir que a trama o fará ficar no mínimo curioso com o que ocorrerá a seguir.

    Tentei adotar uma perspectiva mais puxada para idade média (Alá Rei Arthur.) isto sem ignorar o fato de se tratar
    de um jogo de ""Fantasia"". Enquanto criava a parte inicial (Curiosamente a mais difícil) tentei adaptar a mecânica e o gênero para algo mais puxado para todo o tipo de público, porém creio que falhei nesta tarefa.

    Depois de três anos, mudando títulos, histórias, personagens, gráficos e toda sorte de coisas sobre o jogo, finalmente creio que tenha chego em um resultado, no mínimo, agradável aos olhos da nação. Não espero atingir um público tão grande, afinal é quase (Se não) impossível um jogo gratuito, principalmente feito em RPG Maker, atingir um público como um To The Moon ou um Undertale atingiu; Mas tentarei no mínimo atingir algo similar a população do Distrito Federal.
    Bem, sem mais delongas, este é meu projeto:


    A História

         O Último dos Reis

    Ele os olhava com desprezo. Eu estava escondido no fundo de um armário enquanto os militantes gritavam e testilhavam do lado de fora. Não havia um segundo sequer de silêncio, a baderna era total, homens vestindo couraças e retratando seus estandartes, que confundiam o vermelho do fundo com o sangue em suas roupas, brandindo espadas e hastas enquanto tentavam empurrar os portões da muralha; Todos chefiados pelos olhos atentos e ameaçadores do tirano Connor Whitemore, líder que carregava o estandarte da casa Whitemore: um escudo seguido de uma marca de um urso sobre um painel azul, representando sua força e sua resistência.

    Bastou pouco mais de um dia, a destruição de toda uma fortaleza e mais de novecentos soldados para invadir e tomar toda a região, desde a fronteira de Winterhelm; nas Colinas Alvas, até a fortaleza principal em Helgorr, que era completamente cercada por toda uma cadeia de montanhas e largos rios. O Império já havia deduzido que isto poderia acontecer, afinal os exércitos de Connor estavam altos, e sua aliança com as casas Maeson e Follard, antigas proprietárias de uma enorme extensão de campos ao oeste, pode prover um grande abastecimento de comida para as tropas e para seus iguais, o suficiente para manter-los fartos por um ou dois anos.

    O Império já estava em decadência; Angus, patriarca e líder da casa Lanchester e lorde de Gravingaard, passava cada um dos seus dias sentado em seu trono, pensando, sem saber o que fazer para terminar de vez com as inarráveis batalhas, afinal seus exércitos estavam acabando; Porém, em uma noite, enquanto saia da capela, Angus olhava pela janela e assistia atentamente um rebanho em meio à um campo, porém enquanto o rebanho caminhava e pastava, seu pastor estava dentro de sua casa, jantando com sua família um delicioso cozido. Uma cena qualquer já fora o suficiente para plantar uma ideia que poderia criar uma reviravolta em uma guerra.
    Na Manhã seguinte, foram enviadas cinco tropas, de duzentos soldados ao todo, em direção da fronteira de Winterhelm e Gravingaard para atacar a fortaleza da guarda, um ataque inesperado com certeza, porém não resolveria a guerra.
    O Ataque foi recebido com uma grande parte do exército Whitemore, que ainda estava acampando na fronteira para garantir que a barreira resistisse; entretanto, mal sabia Connor que o verdadeiro ataque aconteceria em sua própria morada.

    Com boa parte das tropas, ou convencidas, ou distantes, bastaram cinco soldados para cavar um túnel atravessando o muro, se passar por guardas, entrar na cozinha e envenenar toda a ceia com apenas um frasco de extrato de beladona, terminando de vez com uma guerra, uma guerra que durara cerca de vinte anos, assim sendo batizada mais tarde de "A Guerra do Último Rei", graças a eliminação quase que total da casa Whitemore, com exceção de Reina Whitemore, viúva de Connor, que havia dado à luz a uma criança dois meses depois, acontecimento que, logo depois estaria findando a primeira Grande Guerra.




         O Alto Império de Cehan

    Após a vitória insigne da casa Lanchester sobre a casa Whitemore, a ira de Reina se tornara fatal; porém era como uma pequena formiga para Angus, afinal, Winterhelm estava enfrentando uma terrível guerra civil, já que a viúva de Connor houvera sido, por diversas vezes, dita como "vadia", "meretriz", "sangue-suga" e toda sorte de características, que mais tarde resultariam em uma série de terríveis batalhas fatais; tais tiveram como cenário: vielas, periferias, estradas e mercados de Elledon, a capital de Winterhelm. Se dividia entre duas maltas: Um grupo de civis que estaria ao lado da rainha, aprovando seu reinado; e outro grupo, formado pela maioria, que só desejaria ver Reina gotejando sangue pela garganta enquanto seus dentes estariam espalhados pelos corredores do castelo.

    Eles rendiam montanhas de ouro e prata a cada ano. O Alto Império, ou só "O Império", era um grupo de homens e mulheres influentes, gente que não vivia como a ralé, eles eram liderados por lordes, reis, duques, condes, marqueses e todo tipo de distintos da sociedade. Eram enviados todos os meses mais de quinhentos soldados para cada um dos três continentes para coletar impostos, afinal, paga-se para nos protegerem, e se não pagamos, eles mesmos nos matam; Talvez não com espadas, sabres ou floretes, mas sim não enviando mais suprimentos para nossos exércitos de nossas nações, nos deixando a deriva de soldados invadindo nossas casas, estuprando nossas famílias, matando nossos animais e trabalhando para quem mais pagasse, que já não era o nosso caso.

    Não que o rei não pudesse pagar pelos suprimentos de seus soldados durante a guerra, mas o Império era como uma praga; eles "presenteavam" o monarca em questão quase que anualmente, com comida, armas, armaduras, cavalos, tudo marcado com o símbolo do Império: Um par de espadas sobre um fundo duas cores: vermelho e amarelo; uma metáfora para a guerra constante em que viviam. O Rei presenteado já entendia o recado; todos aqueles agrados vinham de diferentes casas aliadas ao Império, talvez por seu respeito, ou pelo medo; E caso o Alto Império notasse qualquer traço de ameaça vinda de uma casa agradada, eles imediatamente cortavam qualquer tipo de recurso que ia para a cidade, barravam rios, queimavam florestas e até cancelavam e recolhiam as entregas das casas inimigas, afinal, quando se aumentam seus ganhos, se aumentam seus gastos.




         A Profecia

    Era no fim do primeiro outono após a Grande Guerra.
    Uma nau de suprimentos do Império estava em direção á um pequeno arquipélago ao nordeste da costa de Müorria, ao lado das Colinas de Prata. O Barco ancorou; Todos os soldados estavam ao aguardo de uma frota da casa Carpenter, que vinha de Wolfside para "trocarem" sua carga. A partir desta parte, tentarei ser o mais imparcial, afinal; os pergaminhos do Império dizem que foram seus navios, já os antigos registros de Fallon dizem que a tropa Carpenter já havia atracado lá; Bom, um dos navios antes citados estava enfrentando uma densa névoa á caminho das ilhas. Após algumas horas de viagem, os ventos se trocaram, as ondas se cruzaram e as águas ficaram turvas e negras como se recém anoitecesse.
    Passaram algumas horas, até que a fome começara a chegar. A Densa neblina começou a se desmantelar, quando em um só solavanco, o barco batia em uma superfície rochosa, similar à um conjunto de pedras.
    Todos desceram; Era como uma ilha, porém sem árvores ou areia, apenas um rochedo semi-plano cercado por uma cadeia de montanhas e rochas pontudas que se erguiam do solo.
     
    Mais à frente, podia-se ver alguma flora se formando, pouca coisa, apenas uma rasa camada de terra e algo parecido com uma grama podre. Bastaram alguns passos para que cada um dos tripulantes se arrependesse de terem cruzado o oceano;
    A Névoa recuou, era como se nem mesmo o vento tivesse coragem de prosseguir. Eles caminhavam com passos lentos e pesados, seguidos de ofegadas mais densas ainda. O vento começara a aumentar, as árvores nuas sacolejavam, não no ritmo da brisa, mas sim em frenesi, até que chegou uma hora que tudo ficou claro.
    Nenhum deles tinha culhões para dar mais um passo, já que isto não era possível.
    Uma enorme barreira feita de colossais raízes espinhosas cercava seu caminho, era como uma muralha da própria ilha.
    Então tentaram romper, porém as massas se quebraravam. Tentaram cortar, porém o aço se partia. Tentaram queimar, porém a chama se apagava.
    Os mais sábios dizem que eles ficaram lá até seus últimos dias, ou esperando por ajuda; ou tentando romper a barreira. Já outros mais confiáveis dizem que isto é simplesmente uma história pra impedir que os piratas cruzem os mares.
    Eu, você pergunta? Bom, eu não acho nada, na realidade, eu tenho certeza.

    Nunca fui uma pessoa de fé, então não poderei narrar com detalhes as histórias e pelejas sangrentas que nossas figuras celestiais realizaram; entretanto, creio que poderei narrar com mais detalhes o antigo conto de fadas que todo homem, mulher e criança conhece ou já conheceu: O Presságio da Era.
    Os Pergaminhos Ancestrais diziam:

     Quando o céu se tornar noite, e a noite se tornar medo, o vento irá parar;
    Quando as terras descerem e as rochas ascenderem, as ondas irão parar;
    Quando o Sol nascer no norte e se pôr no sul, o tempo irá parar.
    Onde as montanhas tocam o chão e as planícies tocam as nuvens, o espírito sobreviverá.
    Onde os olhos tocam, onde a cada passo se torna mais distante, onde o bem nasceu, e o bem repousou.
    O Nosso fim veio do sal, de um homem estranho, com forças estranhas.
    A Nossa Salvação virá do sal, de um alguém estranho, com forças estranhas.
    A Lâmina se revelará um cetro, que ceifará a tormenta ante tua presença.

    Assim foi, e assim sempre será.
    Por Vhallar.




    Os Nove Reinos

         A Região de Enidel

    Enidel, ou "Lar das Tempestades", como é popularmente conhecida, é dividida entre três diferentes províncias:
     Cehan, terra da política, das grandes cidades e do Império. Composta pelos reinos de: Gravingaard, Kairo & Winterhelm. Liderada pelo sistema do
    Alto Império, atualmente em uma guerra tanto interna quanto externa.
     Fallon, terra da colheita, das montanhas e dos grandes feudos. Composta pelos reinos de: Müorria & Wolfside.
    Atualmente em guerra com Cehan, e aliança com as terras ao sul.
     Draello, terra do comércio e da peregrinação. Composta pelos reinos de: Highhorn & Bärgãandesãn.
    Em aliança com Fallon, logo inimiga em potencial de Cehan.







    O Projeto e suas Mecânicas

    Mecânicas Principais◆ Sistema de Escolhas - Que lado escolher? O Jogo é seu, a escolha é sua.

    Baseie seu caráter e personalidade em escolhas simples, como:
    Qual cor e tipo de cavalo escolher, até salvar ou não salvar uma vida. Siga seus próprios princípios, monte sua própria história, descubra coisas que só você poderia saber.


    ◆ Sistema de Criação - É perigoso sair sozinho, pegue isto!

    Em cada cidade, em cada casa ou até em cada canto, um tipo de opção de criação diferente, desde forjar uma espada capaz de perfurar o aço, até fundir palha em ouro em uma mesa de alquimia.


    ◆ Sistema de Exploração - Não importa se sua vida está boa e se seus pais irão ou não se preocupar, vá sair em uma aventura!

    Conheça novas pessoas, faça novas missões, conheça novas culturas e novas paisagens a cada novo cenário!




    Mídia



    Tela de Título (Antiga)


    Tela de Título (Nova)


    Cavalgada por Bosque Enevoado


    Com muita sede, resolve-se passar no "O Velho Carvalho".



    Ajude á divulgar

    Quer ajudar a divulgar meu projeto? Coloque isto em sua assinatura:
    Código: [Selecionar]
    [center][font=georgia][size=14pt]E[/size][/font]u apoio o [b]Acellus[/b]!
    [url=http://centrorpg.com/index.php?topic=14120.0][img]https://i.imgur.com/pM9XoAu.png[/img][/url][/center]



    Considerações Finais
    Pois é, eu tenho em mente que o tópico está bem escasso, mas tenha total certeza de que irei
    atualizar o mesmo o mais breve possível. Outro ponto que gostaria de citar, é o fato de eu ter deixado uma série de pontas soltas na parte da História lá acima. Isto foi proposital, já que imagino que seria mais interessante ver o que vocês aí nas respostas pensaram sobre a história.

    Aliás, já aviso de ante-mão que tudo que foi mostrado aqui está sujeito á mudanças, já que eu, como já dito acima, ainda não cheguei em um resultado 100% desejado, porém posso acreditar que talvez eu tenha chego nos 80%.

    E Finalmente, gostaria de te agradecer por ler todo este tópico do início ao fim (Ou talvez ter pulado os textos, afinal eu realmente escrevi bastante coisa naquelas abas.) E muito obrigado á Centro RPG Maker por me ceder um espaço para meu humilde tópico.


    Agradecimentos Especiais
    CRM, por todo o suporte.
    Uhtred, pela excelente logo.
    Lycanimus, pela inspiração e pelo amparo com as texturas.
    George R.R. Martin, por horas de entretenimento para me livrar dos bloqueios criativos.
    King Gerar, pela ajuda com os plugins remanescentes.
    Kvothe, pelas dicas com o mapa.
    E Você, por me ajudar a conseguir finalizar este projeto.

  • Bazanella
    *

    83 mensagens

  • 21 Fev 2016, 13:11 »
    Gostei do projeto, as imagens estão bem legais.

    Mas senti falta da história, acho que pelo menos uma introdução você tem que colocar no tópico, do jeito que está não dá pra ter noção nenhuma.

    No mais, parece tudo organizado, desejo sorte com o projeto e aguardo novidades!

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 21 Fev 2016, 13:34 »
    Gostei do projeto, as imagens estão bem legais.

    Mas senti falta da história, acho que pelo menos uma introdução você tem que colocar no tópico, do jeito que está não dá pra ter noção nenhuma.

    No mais, parece tudo organizado, desejo sorte com o projeto e aguardo novidades!

    Olá meu caro, bem, vou tentar adicionar um pouco da história sem muitos spoilers :=p:, Vou dar uma revisada. Obrigado pela sugestão e agradeço a preocupação :XD:

    Att. Virgyl

    (P.S: Boa sorte com o "Inglaterra 1718")

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 21 Fev 2016, 15:12 »
    Update

    21/02/2016 Adicionado: Prólogo do jogo.

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 22 Fev 2016, 20:30 »
    Update!

    História & tópico reformulados!
    22/02/2016

  • Star Gleen
    *

    428 mensagens

  • 22 Fev 2016, 21:43 »
    Boa noite! Achei interessante o projeto, meu caro! Tem um conteúdo interessante no tópico, prevejo um bom jogo para testar, futuramente. O design desse jogo está agradável de se ver, e olha que é uma das partes que mais vejo muita gente deixando a desejar.

    Enfim, desejo-lhe sorte com esse projeto! Espero que dê tudo certo nesse caminho, tem o meu apoio!

    Disponha

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 22 Fev 2016, 21:48 »
    Boa noite! Achei interessante o projeto, meu caro! Tem um conteúdo interessante no tópico, prevejo um bom jogo para testar, futuramente. O design desse jogo está agradável de se ver, e olha que é uma das partes que mais vejo muita gente deixando a desejar.

    Enfim, desejo-lhe sorte com esse projeto! Espero que dê tudo certo nesse caminho, tem o meu apoio!

    Disponha

    Que honra ter você aqui meu caro Gleen! Estou realmente feliz por ter sua presença aqui em meu humilde tópico.. Enfim, Muito obrigado, E Boa sorte com o "Vorum". Até mais :XD:

  • Alisson
    *

    2982 mensagens

  • 23 Fev 2016, 03:31 »
    É um projeto promissor que temos aqui. Gostei da ambientação e os cenários estão agradáveis de se ver.
    Espero que consiga um bom progresso, pois tenha certeza de que irei jogar.

    Abraços~

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 23 Fev 2016, 10:17 »
    É um projeto promissor que temos aqui. Gostei da ambientação e os cenários estão agradáveis de se ver.
    Espero que consiga um bom progresso, pois tenha certeza de que irei jogar.

    Abraços~

    Obrigado pela sua resposta meu caro Alisson :XD:, é uma honra ter sua presença em meu humilde tópico!
    Até mais :ok:

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 03 Mar 2016, 20:22 »
    Update!

    Enredo básico & Iluminação renovada (Vista na screenshot)
    03/03/2016

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 02 Abr 2016, 23:16 »
    Update!

    WorldMap melhorado!
    02/04/2016

  • ~Vici
    *

    473 mensagens

  • 02 Abr 2016, 23:50 »
    Achei muito interessante o nome das áreas do seu mapa...Saltmire
    E gostei muito do mapa em si, da até vontade de passar por essa taverna e ... admirar o local  :lol:
    Mas fiquei ainda mais curioso e ansioso para ver o roteiro deste seu projeto
    Boa sorte, cara  :XD:

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 03 Abr 2016, 01:03 »
    Achei muito interessante o nome das áreas do seu mapa...Saltmire
    E gostei muito do mapa em si, da até vontade de passar por essa taverna e ... admirar o local  :lol:
    Mas fiquei ainda mais curioso e ansioso para ver o roteiro deste seu projeto
    Boa sorte, cara  :XD:

    Você não faz idéia o quanto é gratificante ler isso :XD:, Enfim, Muito obrigado! O Foco principal do projeto Souls, é o roteiro, portanto pretendo chegar no mínimo aos pés da incrivel obra de arte To the moon.. (Se é que vou conseguir, é errando que se aprende não é? :=|: ) Enfim, obrigado pelo apoio :ok:

  • Virgyl
    *

    267 mensagens

  • 03 Abr 2016, 15:54 »

    Update!

    Requisitos mínimos adicionados!
    03/04/2016

  • Eph
    *

    77 mensagens

  • 03 Abr 2016, 17:32 »
    Gostei muito, principalmente em relação ao mapeamento, é minha área, então meio k eu sempre avalio um RPG primeiro pelo mapeamento, e o seu esta ótimo. Aquele KH theme... :3

Páginas:
Ações