Visitante!
Faça seu Login ou Registre-se!

Galeria de Jogos

Documentário do Cloth Map sobre o mercado brasileiro de Games 1 Respostas | 43 Visualizações

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

King Gerar
  • *
  • Mensagens: 3791 Ouro: 3040

    Vencedores do Protótipo Premiado Participantes do Maps Together 2

  • Aquele que dita a sentença deve brandir a espada
    • RPG Maker MV
    • Facebook
    • Steam
    • DeviantArt
    • Pinterest
    • Ver perfil
Saudações, galera!

Algum de vocês conhece algum ser denominado como Drew Scanlon? Este é um californiano graduado pela Universidade da Califórnia em Los Angeles e com bacharelado em Design e Mídia de Artes. Sua carreira passa pela Adobe, Eletronic Arts, Motion Theory e Giant Bomb, sendo este último um dos maiores sites de conteúdo gamer no mundo e o lugar em que Scanlon veio a ser conhecido como é atualmente. Em março de 2017 ele saiu do Giant Bomb para dar início ao seu novo projeto: Cloth Map, cuja missão seria viajar pelo mundo colhendo as peculiaridades de cada país e como as pessoas dele se relacionam com os jogos. O primeiro destino foi a Ucrânia.

E qual país possui o mercado mais ininteligível de games, prato cheio para atiçar a curiosidade de um documentário assim? Sim, meus amigos, o Brasil!

Há um ano eu trouxe a vocês a série Paralelos, que narrava como o mercado de jogos veio a se formar aqui no Brasil. Um papo que mesclava figuras conhecidas, como Flávia Gasi e Emicida, com anônimos do público mas muito importantes para a consolidação deste cenário por aqui, como Stefano Arnold, presidente da Tectoy, e Marcos Santos, engenheiro da Gradiente. Se você não viu, vale a pena dar uma conferida clicando aqui. São três vídeos bem curtinhos e em português mesmo.

Voltando ao projeto Cloth Map, nessa passagem pelo Brasil serão feitos quatro vídeo-documentários abordando também o início desse mercado; como as empresas conseguiam distribuir legalmente versões modificadas de consoles estrangeiros e como a partir daí surgiram inúmeras cópias; como e porque tivemos versões modificadas de jogos, e; principalmente, como esta área se desenvolveu e formou grandes comércios, que hoje comercializam consoles de última geração ao passo que o cenário desenvolvedor de jogos busca sua valorização.

O primeiro destes vídeos já pode ser assistido aí embaixo e mostra Scanlon no mercado da Santa Ifigênia, um cerne do cenário atual. Junto a ele estão André Campos e Rafael Quina, do Jogabilidade, e também Gus Lanzetta, escritor e jornalista que participa do Papo Torto.


Noticiarei aqui quando sair o próximo vídeo, principalmente porque, aparentemente, abordará o cenário desenvolvedor.
« Última modificação: 22 Nov 2017, 21:19 por King Gerar »

Conheça meu projeto! :)


Corvo
  • *
  • Mensagens: 1629 Ouro: 952

    Entregue ao(s) vencedor(es) do evento Contos de um Hallowen Esquecido.

  • Beep.
    • RPG Maker 2k/2k3
    • Steam
    • Pinterest
    • Ver perfil
  • Capacete de FerroPhoenixNightwalkerEbony ArmorAnel de Rubi
Pô, muito interessante. Não conhecia o Sr.Drew Scanlon, mas graças à ele agora sei que o Sonic salvando o Mario era um hack do Ligeirinho e não o contrário - adeus infância e dane-se a lógica. E agora o mundo pode considerar o Brasil como a China Sul-Americana. Gostei de ver que não visitaram as grandes lojas especializadas, mas as barraquinhas dos camelôs do Oiapoque. É um mercado que realmente vale a pena estudar. Enfim, fiquem com essa versão de um Tomb Raider no NES pra finalizar:
[close]

 

Versão Mobile