Visitante!
Faça seu Login ou Registre-se!

Galeria de Jogos

Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Mensagens - Vixen

Páginas: [1] 2 3 ... 8
1
Muito bonito seu projeto, gostei particularmente dos gráficos de ambientação. Os personagens do Ragnarok  ficaram bem legais.Cadê os pecos? XD

2
Projetos sendo desenvolvidos / Wychwood
« Online: 23 Abr 2017, 12:42 »
Olá, tudo bem? Joguei sua demo, e geralmente quando jogo um jogo ou demo eu fico com o notepad aberto pra ir anotando tudo o que encontro de negativo e/ou positivo.  Entre bugs  e situações sem saída, tiver de reiniciar umas 6 vezes, o que é meio chato visto que não tem save e a entrada é meio comprida. Porém vamos lá para o que achei, começando pelos pontos positivos.

  • Bom, em primeiro lugar a ambientação está fantástica, as músicas e sons casam perfeitamente com o clima do jogo, desde momentos de suspense como as músicas mais sérias, até momentos de ação como quando aquele meio corpo andando aparece pra te atacar. O barulho da chuva lá fora tambem, gostei bastante dessa ambientação.
  • Outro ponto muito positivo é o menu, está bonito demais, aliás bem profissional.
  • Os detalhes, quando jogo um jogo de RPGMaker eu adoro gente que dá atenção aos detalhes, quando vi o reflexo no espelho do personagem achei fantástico. Não agrega nada na história em si ou no playstyle mas dá uma sensação de que a pessoa se preocupou com pequenos detalhes. Pra mim faz toda a diferença.
  • Eu não sou muito criterioso com construção de mapas, acho que isso é de cada um, mas ao meu ver os mapas estão legais e funcionais. Uma coisa que eu curto geralmente, e que você usou, é indicar o caminho com um chão diferente.
  • A história não dá pr avaliar muito, visto que tem pouca coisa, achei pontos positivos e negativos nela mas o positivo é que é uma história meio intrigante. Aliás toda história, principalmente as de suspense, tem que te deixar realmente curioso pra saber o que aconteceu , esse ponto você conquistou.
  • O estilo que você usa lembra muito um filme, principalmente a entrada e as músicas, isso é legal, usar esse recurso cinematográfico, dá uma imersão boa.
  • O lance de começar diferente, é bem legal, na primeira fui de carro, conversei com o tio no manicômio, nas outras já fui a pé, explorei a floresta, essa liberdade ficou bem legal.

Ok, agora a parte chata, os pontos negativos.

  • Primeiro sobre o texto em si. Está bem escrito e fluido, mas achei alguns erros de português, tipo "perca" ao invés de "perda",  "a anos" quando o correto é "há anos", mas é pouca coisa mesmo.
  • Apesar de ter gostado da maneira que conduziu a história, eu achei que alguns pontos ficarm meio estranhos, tipo se a Marie era tão boa, por que ela fez um ritual que parecia satânico, para conseguir poder? Ou a conversa com a Katie, que também ficou meio surreal, você está preso numa casa cheia de monstros, encontra uma garota desconhecida e chama ela pra ... comer?Também achei o diálogo do Brad e do McDoyle meio estranho, sobre a floresta, mas acho que isso pode ser explicado com o avançar do jogo.
  • Como comentei na abertura, eu tive de reiniciar o jogo algumas vezes, e tive de rever toda a entrada, já não aguentava mais ver a cara daquele padre. Em demo e jogos que a gente sabe que tem o risco de dar bug, é ideal quando você começa a jogar, disponibilizar um save logo na entrada para caso aconteça um imprevisto a pessoa não ter que rever tudo de novo. Isso foi frustrante pra mim.
  • Como disse ali em cima, a abertura está bem legal, emulando um estilo cinematográfico, porém algumas coisas poderiam ser mais rápidas, principalmente aquele Inglaterra 2013, ele fica uma era na tela e é só uma linha pra ler, o mesmo vale pro título - ok, esse é o título é até normal que demore um pouco mais, e pra mensagem de abertura. Aliás sobre a mensagem de abertur, não curti aquilo, "Contém mensagens perturbadoras", eu tiraria ou trocaria por algo mais crível, tipo "Baseado em fatos" ou coisa do gênero, ajuda na imersão. A mensagem que você pôs fica parecendo mensagem de utilidade pública, tipo "Veneno, não ingerir".
  • Algumas partes o jogo está muito escuro. Tipo, muito escuro mesmo, eu deixei de ver alguns itens e até morri uma hora praquele espírito por que não vi o buraco na parede. Na floresta também está muito escuro em alguns pontos.
  • Faltou aquele aviso legal que ensina as teclas. Quando eu peguei o crucifixo eu fiquei sem saber se ele fazia alguma coisa,
     se atirava, se usava.O menu instintivamente a gente já vai no esc,mas mesmo assim seria legal no começo indicar as teclas de uso. Ps: Como faz pra aumentar a tela pra fullscreen? Sei que no RM2K é o F4,mas aqui tive de jogar em window mode.
  • Bugs:
  • Aquela primeira casa de pedra quando você vai pra direita, dá pau e fecha o jogo quando você clica na porta. Aparece uma mensagem de que o aúdio punch.03.22500 não foi encontrado. 
  • Achei muito foda o sistema de sombras, mas ele não funcionou na versão maligna da Marie, na hora que ela se encontra com o padre. Tipo o padre estava no mesmo lugar que ela, ele tinha sombra, ela não. Considerei como um bug visual.
  • Eu não sei o que os botões F(x), acho que é F12, fazem mas se apertar aparece uma mensagem e o jogo fecha. A mensagem é "Erro no script menu linha tal, System Stack Error, stack level too deep".
  • Se eu for diretamente pra sala do espírito sem ter pegado a dica da senha, eu fico preso na sala sem saber a senha. Foi uma das vezes que tive de reiniciar, meio chato isso.
  • Coloquei como bug, mas não sei se é bug. Aquela alavanca perto do ponto de save quando aperta ela dá GameOver. Achei esquisito por que não sabia se era algo que eu tinha feito ou se era o final da demo. Reiniciei e não apertei a alavanca, após isso encontrei a Katie,vi a sombra la nos fundos do banheiroe acabei nisso, visto que fiquei nessa de procurar o que comer com a Katie mas não podia sair da casa e não tinha mais nada lá. Se for realmente o fim da demo, coloca uma mensagem de "Fim da Demo" e não GameOver, se não for o fim retira aquilo por que ficou ruim, mesmo estando do lado de um save. Se o jogo continua a partir daí dá uma dica por que eu fiquei preso na casa.

Acho que é isso, se lembrar de algo mais eu posto aqui. No geral está bem legal mesmo, um visual legal, ambientação muito boa, funcionalidades também. Só fique atento ao fato de que esses jogos destilo costumam dar conflitos de história, você tem que levar em consideração muitos eventos e como eles se relacionam.
PS: Põe um save no começo u.u'



3
Discussões e opiniões / Sobre Pirataria
« Online: 22 Abr 2017, 11:22 »
É uma situação delicada e respeito a opinião de cada um, mas na minha opinião a pirataria é 50/50, ou seja, depende muito da situação.
Por exemplo, no boom da internet no começo do século, eu era 100% a favor da pirataria como forma de acesso a material inacessível, principalmente para quem morava em cidade do interior. Músicas, animes, jogos que eu JAMAIS veria lançados comercialmente eram facilmente conseguidos via Emule ou ICQ, não existia a opção "se", ou pirateava ou ficava sem, portanto eu era 100% a favor. Hoje essa justificativa não é tão aceitável devido ao fato de você ter muito mais acesso â compra de midia digital, mas ainda sou a favor quando se trata de produtos inacessíveis, como por exemplo, filmes fora do circuito comercial que não vão para o cinema, e nem são lançados em DVD/Blu-Ray por aqui, o mesmo vale para alguns jogos que não são nem lançados em inglês comercialmente.

Hoje eu prefiro comprar o produto original, mesmo por que as funcionalidades e garantias são necessárias, diferentes de produto pirata, mas ainda assim utilizo da pirataria em alguns casos, visto que os impostos incidentes,principalmente em produtos de tecnologia, são incrivelmente abusivos aqui no Brasil, eu acabo enxergando isso não como contravenção mas sim como um protesto.

Como dizer que a pirataria é 100% ruim quando o próprio governo utiliza da mesma legalmente. A quebra de patentes que gerou a criação dos genéricos é basicamente uma pirataria, travestida de auxílio social. Ora, se a justificativa era da inacessibilidade da população ao remédios frente aos preços abusivos cometidos pela máfia dos laboratórios, por que não utilizar a mesma justificativa com os preços discaramente altos em outros produtos? Por que eu deveria arcar com os "direitos econômicos" exorbitantes de um cantor, sob o manto dos impostos, quando o mesmo utiliza de leis de incentivo fiscal quando  promove seus shows?

O ideal ao meu ver é que a empresa torne seu produto tão atrativo a ponto de a pirataria acabar por não ser tão interessante. Por exemplo, no PS1 a pirataria de jogos era altíssima, eu mesmo nunca tive um jogo original no PS1, já no PS3 era possível sim piratear, mas para isso seu console ficava extremamente restrito, não atualizaria os jogos, não conectaria na PSN, etc. Eu tinha a escolha.

Pra não ficar em cima do muro, nos meus precitados 50/50 eu assumo, hoje no Brasil e nas condições atuais, sim, eu sou completamente a favor; o dia que tivermos um mercado justo e minimamente acessível para cada fatia da população, eu mudo de ideia.

4
Comunidade / Primeiro Concurso do Canal do RPG Maker!
« Online: 21 Abr 2017, 23:16 »
Nossa, que legal...!!! Excelente iniciativa.
Será que tem algum problema o jogo ser todo em PT-BR?

5
Outras discussões/Lazer / De onde vem a sua inspiração?
« Online: 21 Abr 2017, 12:01 »
Se for inspiraçãopra trabalhar em algum projeto maker, geralmente eu jogo alguma coisa do maker ou algum jogo comercial.
Na questão do ambiente não consigo fazer nada com gente perto e nem ouvindo música, porém gosto de deixar a TV ligada em algum programa que não chame minha atenção mas que também não seja 100% inassistivel. Também detesto ambiente escuro,parece que me atrapalha a raciocinar.
Sim, eu sou muito enjoado XD

6
É por isso que amo o 2K/2K3, uma pena que não poderei testar visto que não uso Android. Mas achei o trabalho simplesmente foda.

A gente tem liberdade pra editar alguma coisa das teclas?

Velho sério, muito muito foda mesmo.

7
Resources RMXP / RTP VXP 2.0
« Online: 20 Abr 2017, 21:47 »
Ótima iniciativa, apesar de gostar do RTP, lembro que quando no 2K3 versão 1.09 lançaram um RTP maior, um novo mundo se abriu. Acredito que o mesmo vale pro seu trabalho, parabéns.

8
Ao invés de criar um novo tópico, resolvi ressuscitar o antigo e atualizar a página principal.
Assumi o projeto que era do meu irmão e estou quase terminando, acredito que até o fim de maio eu tenha terminado tudo.
Trouxe um vídeo com algumas das funcionalidades do jogo. Ps: Não é um trailer, acredito que os dois trailers postados por ele em 2006 e 2013 são o suficiente pra demonstrar a temática, eu quero mostrar mais a mecânica.

Alguns bugs presentes no vídeo (que eu vi depois) já foram arrumados. Aqui dá pra ter uma ideia de como o jogo está agora.
Spoiler
[close]

9
Minha lista é extensa. As mais marcantes pra mim são

A música estilo escocesa de um dos mapas de World of Warcraft.



E uma de Dragon Age 2, aliás curto quase todas as músicas da série.


10
Apresentações e despedidas / Retornando das cinzas
« Online: 13 Abr 2017, 14:47 »
Que bom Galter, seja bem vindo de volta. E boa sorte com a continuação do projeto. Retomar é sempre mais difícil do que começar, mas o sentimento de um trabalho finalizado é gratificante.

11
Projetos sendo desenvolvidos / Memo
« Online: 11 Abr 2017, 23:22 »
Joguei a demo, ela é bem ... curta.

Algumas considerações pessoais.

*Positivas

Ambientação , estrutura e personagens:
O jogo é bem imersivo, gostei muito da ambientação que você criou, as músicas ficaram perfeitas, a entrada com aqueles rabiscos, a sequência da memória na porta de doce.
As dicas nas paredes e chaves, remetem bem a jogos como Resident Evil.
Os personagens são bem instigantes e curiosos.
Não encontrei bugs.
Os gráficos e facesets ficaram bem legais (são originais?)

*Negativos

Mapas:
Os mapas não estão legais. Algumas portas nem dá pra identificar que são portas, eu só descobri por que saí clicando nas paredes.
Eu não tenho problema com mapas mais vazios, acho que isso também pode ser parte da ambientação, mas em algumas partes os mapas parecem saídos de um jogo de atari, além de vazios, tem tipo 2 ou 3 cores, não é muito agradável aos olhos.
A montagem dos mapas também está estranha, tipo na última sala tem uma espécie de parede no meio da sala que achei que era uma estante, só que tem uma janela nela. No mapa anterior, antes do jardim, tem uma mesa que eu demorei a ver que era uma mesa, achei que era um tapete.
Funcionalidades:
Achei legal a ideia dos livros, mas achei estranho que alguns livros somem quando interajo com eles, outros não. Se esse é o intuito - ter livros que se comportam diferentemente - o ideal é que o gráfico deles seja diferente.
Outro problema pra mim foi como algumas coisas desencadeiam coisas que não tem muita lógica, tipo eu ler um livro e uma porta abrir.

Conclusão
No começo fiquei tipo "WTF o que está acontecendo", ainda continuei com essa sensação até o fim, mas no fim ela não me incomodava pois já estava meio imerso no clima do jogo. Notei que o intuito é esse mesmo, deixar perguntas no ar, como o lance com o Zumbi e o Hugo, só espero que seja bem explicado no fim.
Acho que esse jogo é tipo aqueles jogos que você só consegue avaliar depois de jogar tudo.
Boa sorte com o projeto.

12
Eu gostei mais daquele outro que você postou antes. A primeira estrofe está muito boa e tem uma cadência curiosa, já a segunda utiliza a palavra sol e a palavra tempo muitas vezes,  poderiam ter sido substituídas por um sinônimo com adjetivos.

PS: "Nem mesmo o sol e o tempo dirá."
Sei que existe a licença poética, mas o correto, gramaticalmente falando, não seria "Nem mesmo o sol e o tempo dirão"?

13
Apresentações e despedidas / Apresentação
« Online: 10 Abr 2017, 21:34 »
Olá Caludinê, seja bem vindo.
Eu acho que a questão da escolha do maker varia pra cada um. Eu particularmente sou fã incondicional do 2k/2K3, mesmo por que, por serem mais antigos tem uma infinidade de recursos disponíveis, principalmente pra quem não tem tempo de editar alguma coisa. Óbvio que tem os poréns, mas ao meu ver é uma engine completa ...

14
Suporte para RPG Maker MV / Criando um jogo
« Online: 09 Abr 2017, 10:15 »
Dicas de ouro aí no post do King Gerar.
Acho que escrever também é como matemática, cada um tem um modo único de fazer, vou comentar aqui rapidinho sobre o meu.
Acredito que uma história é como uma reta, ela precisa basicamente de dois pontos, a ideia inicial e o desfecho; quando já tenho ambos eu sei como a história começa e termina, mas o interessante vai ser o desenvolvimento. No meu caso o desenvolvimento não tem um planejamento certinho, eu simplesmente vou criando a história pensando como faço pra chegar de A até B. Tem vezes que a história parece que se escreve sozinha...

15
Game Design e Game Concept / Bloqueio pra desenvolver (Dúvida)
« Online: 08 Abr 2017, 18:49 »
Acho que todo mundo passa por isso, o que muda é como cada um lida com isso.
Eu basicamente tento manter o foco no projeto como disciplina, a disciplina supera a preguiça, mas eu faço isso mudando o que vou fazer no projeto. Por exemplo, hoje não estou com saco pra mexer com os eventos, então vou desenhar ou editar alguma coisa gráfica para o projeto, se eu estiver enjoado disso, vou na net caçar algo para poder usar no projeto, e por aí vai, eu tento diversificar minhas atividades para não ficarem monótonas.

Páginas: [1] 2 3 ... 8
Versão Mobile