Visitante!
Faça seu Login ou Registre-se!

Galeria de Jogos

Death Note - O jogo 54 Respostas | 1784 Visualizações

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Fine Cut

  • *
  • Mensagens: 71
    • Unity
    • Ver perfil
DN: Narrativa, dia 1
Resposta 30 Online: 17 Jun 2016, 23:23
FINN LEWIS

Finn estava uma hora atrasado, e logo que se pôs para dentro da agência houve um suspiro coletivo - não era uma vítima -, mas ele não notou e seguiu para sua sala, bateu a porta logo atrás.

Trazia uma mochila leve, mas surrada no ombro.


:linha3:
« Última modificação: 18 Jun 2016, 01:59 por Fine Cut »

Shephiroth

  • *
  • Mensagens: 794

    Prêmio concebido aos membros que colaboraram para campanha de Prêmios da CRM

  • Chaotic good
    • Unity
    • Ver perfil
  • Escudo CRMEspada CRM
Death Note - O jogo
Resposta 31 Online: 18 Jun 2016, 13:34
NARRATIVA - DIA 1

@GERAL O relógio batia as 13h03, podia-se ver uma movimentação estranha junto aos terroristas no centro da cidade, Razzak estava com um roupão e disfarçado, com boné e um blusão, saiu pelos fundos na maior tranquilidade, enquanto as atenções se voltavam para a frente do prédio. Ele se dirigiu ao centro da cidade, um helicóptero flagrou o terrorista e o seguiu do alto, gravando todas as ações dele, a noticia começou a passar ao vivo nas redes de TV mundial, Razzak caminhava estranhamente como se estivesse sido induzido por algo, ele para em  uma praça pouco movimentada, e abre os roupões, SURPRESA! Explosivos estão fixados por todo seu corpo, ele diz as seguintes palavras:


Razzak - Pela Cobra!

As pessoas que estavam próximas ao perceberem, rapidamente correm em direções opostas ao criminoso, pontualmente as 13h05 ele então inicia o dispositivo seguido de uma explosão reluzente, felizmente não houveram baixas civis.

Depois do estranho acontecido, os terroristas sob o comando de Razzak começam a libertar os reféns e se entregarem para os policiais. Parece que o estranho acontecido teve um fim.

NARRATIVA - DIA 1

@GREGÓRIO TORRES, depois de muito alvoroço, você vê a via sendo dispersada rapidamente, os homens da guarda civil estão auxiliando mais a frente para a evacuação da área, parece que a rotina está voltando ao normal.

:linha3:

NARRATIVA - DIA 1

@FINN LEWIS podia ver pela janela de sua sala, a rua que antes era bem movimentada, estava pacata e vazia, as pessoas estavam com medo de tudo aquilo que estava acontecendo.


:linha3:

NARRATIVA - DIA 1

@Max, vê uma pessoa passando pelo seu lado com uma tatuagem de uma cobra na nuca/pescoço, acha estranho até então, mas antes que pudesse fazer qualquer movimento uma senhora chama sua atenção:


Senhora - Doutor! Meu marido está bem? Eu sei que você já ajudou muitos feridos hoje, mas eu não consigo saber de noticia alguma sobre ele, como ele está?


NARRATIVA - DIA 1

@Zac recebe um e-mail de seu professor:

Professor - Caros alunos, venho por meio desta deixar uma atividade para casa, já que as aulas foram temporariamente interrompidas, quero que escrevam a mão, um texto dissertativo de no mínimo 2 laudos sobre a origem do terrorismo e também quero que conceitue a história e os relatos de ataques terroristas no mundo. Atenciosamente, Professor Laspuaqe


NARRATIVA - DIA 1

@Saimon Herpes a caminho do hospital, percebe que as ruas estão vazias, as pessoas estão com medo, mas mesmo assim ele prossegue, chega no hospital, e a recepcionista já vem logo dizendo:

recepcionista - Senhor, estamos lotados com os feridos dos atentados, temos apenas 3 doutores de plantão e estão todos ocupados, a emergência está cheia, o tempo de atendimento para casos não-emergenciais de risco de vida é  de aproximadamente 4 horas senhor. Espero que entenda!


NARRATIVA - DIA 1

@Octo Hundred precisa então dar continuidade a sua entrevista, precisa encontrar com o Capitão Joaquim Francisco Ribeiro, oficial do exército que está disposto a dar mais informações sobre  os ataques terroristas em solo brasileiro. Faça as perguntas que dessa vez eu (narrador) respondo.

Ven

  • *
  • Mensagens: 1252

    Vencedor CRM Awards - Melhor Contribuinte

  • "No, I don't think life is quite that simple"
    • RPG Maker VX/Ace
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Engrenagem AntigaSpiked MailBladerPhoenixBreaklance
Death Note - O jogo
Resposta 32 Online: 18 Jun 2016, 14:41
MAX

Max olha penosamente para a senhora e diz as seguintes palavras:

Max - Eu sinto muito, fizemos o máximo e tudo que estava ao nosso alcança.. mas ele não resistiu.

A Mulher cai sobre os braços da sua filha que chegou, ela começa a chorar e Max solta uma frase que piora a sua situação, afinal, era seu jeito.

Max - Mudando de assunto senhora, gostaria de doar partes do corpo dele como - Olhos, pele.. - Aceitamos a maioria das coisas.

A Filha olha com um olhar matador, Max se afasta e começa a pensar:

Aquela cabeça.. a tatuagem, me lembra de alguma coisa, queria saber o que é..

~Vici

  • *
  • Mensagens: 366
  • ~Eu te carrego no early p/vc nos carregar no late!
    • RPG Maker VX/Ace
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Capacete de FerroPhoenixEbony ArmorNightwalker
Death Note - O jogo
Resposta 33 Online: 18 Jun 2016, 15:27
Zac


Zac já estava cansado. Terminado o seu trabalho escolar, resolveu dormir. Deitou em sua cama e como sempre, vários pensamentos retardaram o seu sono.
-Não tenho certeza mas, parece que tem muitas coisas que tem muitas coisas acontecendo. Que seja... vou descansar e desejar que nada de mal aconteça à mim e a minha família.
« Última modificação: 20 Jun 2016, 21:51 por Sky »

Fine Cut

  • *
  • Mensagens: 71
    • Unity
    • Ver perfil
Death Note - O jogo
Resposta 34 Online: 18 Jun 2016, 15:53
FINN LEWIS
Finn Lewis - À quem cabe a justiça? somos tão vaidosos. As pessoas têm pressa, sede de vingança.

Ele tem o celular na mão e segura a mochila pela alça.

Finn Lewis - Meu pai, não lembro a última vez que nos falamos.
[...] Mãe, que rumo a vida toma agora!?
Ash, idiota.


Sorriu com o canto da boca, manteve o olhar decidido.

Finn Lewis - 9... 99... [...]


:linha3:
« Última modificação: 20 Jun 2016, 18:10 por Fine Cut »

Alisson

  • *
  • Mensagens: 2840

    Vencedor CRM Awards - Melhor Mapper Vencedor CRM Awards - Melhor Maker Participantes do Maps Together 2

  • Don't slack off. Unlike me, you have limited time.
    • Unity
    • Facebook
    • Steam
    • Youtube
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Dragon ScalesPhoenixEspada CRMBreaklance
Death Note - O jogo
Resposta 35 Online: 18 Jun 2016, 18:16
SERIPH MARTINS
Seriph chega ao escritório do pai no quartel general da polícia e, assim que pisa com o primeiro pé pela porta...

Pai - FILHO!

Seriph Martins - O que houve? Você parece pasmo.

Pai - Temos problemas. Antes de tudo, você ficou sabendo dos detalhes?

Seriph Martins - As notícias e reportagens andam perturbadas ultimamente. Fiquei sabendo da situação sim.

Pai - Ótimo! Isso nos poupará trabalho.
Nós devemos nos dirigir ao centro da cidade agora mesmo para investigar a cena do incidente.
Filho, por favor, peço que use suas habilidades...


Seriph Martins - É uma situação peculiar. Mas não se preocupe, vou ver o que posso fazer.

Pai - Que bom! Prepare suas coisas. Vou apenas falar com o tenente para acertar uns documentos. Te vejo lá fora.

O pai sai do escritório com pressa pelo corredor se dirigindo ao segundo andar para falar com o tenente.
Seriph logo pega o corredor e fica na saída, como se já estivesse preparado para a situação.

Seriph então sussurra...

Seriph Martins - Parece que era verdade... eu temia que isso fosse acontecer. Justo agora que vim para o Brasil ter uma vida em paz... eles não deixam de me perseguir. Em todo caso, já tenho minha decisão.

Ele então olha para o céu e solta um pequeno sorriso, embora seus olhos estivessem tristes.




Corvo

  • *
  • Mensagens: 514

    Entregue ao(s) vencedor(es) do evento Contos de um Hallowen Esquecido.

  • I went out walking under an atomic sky...
    • RPG Maker VX/Ace
    • Steam
    • Ver perfil
  • Capacete de FerroPhoenixNightwalkerEbony ArmorAnel de Rubi
Death Note - O jogo
Resposta 36 Online: 18 Jun 2016, 20:09
GREGÓRIO TORRES
Depois do que pareceu uma eternidade, Gregório percebeu movimento na avenida. Desligou o celular, apagando sua pesquisa sobre a organização Cobra e dirigiu. Gregório Torres - Foi só outro susto. Está tudo bem.. Ele repetiu essas palavras para si mesmo por todo o lento trajeto. Vez ou outra imaginou o que poderia ter ocorrido. Teria de aguardar as reportagens. Até lá, a indiferença já o teria engolido...

Manec

  • *
  • Mensagens: 952
  • - R.E.L.O.A.D.I.N.G -
    • RPG Maker VX/Ace
    • Facebook
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Anel de RubiHeimhelmBladerPhoenix
Death Note - O jogo
Resposta 37 Online: 18 Jun 2016, 21:44
Octo Hundred

O clima era tenso na cidade, não se viam mais pessoas nas ruas. Tudo em nota, poderia ser importante ter informações sobre o estado do local. Um táxi, daqueles bem velhos chega ao seu lado. O homem o manda entrar e diz que irão até a base.
Era um belo disfarce o daquele carro, porém, era blindado e possuía devidos equipamentos de um policial barra pesada. Octo estaria convivendo muito com gente daquele tipo? Nem podia mais saber, já estava meio maluco, mal dormia. Entraram por um portão enorme, guardas armados para todos os lados. Então chega na sala do comandante Joaquim. Este o recebe com uma xícara de café em mãos, enquanto discute com uma funcionária.

Soldado: Senhor, o garoto da entrevista já chegou. Pode atendê-lo?

Joaquim: Ouviu, Betty? Nem quero saber de erros, ouviu? Dispensada.
Os sim, mas creio que você deveria ter me avisado antes de trazer o garoto... Enfim, Hundred, não? Vou responder suas perguntas.


Tudo bem, serei bem direto. Na realidade tenho muitas perguntas, elas são importantes:
1. Quem é Razak?
2. O que sabemos sobre a Cobra?
3. Os fanáticos religiosos estão envolvidos com os atentados terroristas?
4. Quantas vítimas?
5. Qual será a região mais afetada no geral? Temos especificações? Como por exemplo um bairro em si?
6. O que planejam fazer contra a Cobra?
7. Como farão isso?
8. Eles são apenas brutos ou tem estratégia e padrões?


Foi bem direto, o soldado enrolou muito. Após diversos goles de café e lidas num papel que estava sobre uma escrivaninha ao lado, resolve responder.
OrManec :D
"Eu sou taekwondista, os meus pés são uma arma."
[close]

Shephiroth

  • *
  • Mensagens: 794

    Prêmio concebido aos membros que colaboraram para campanha de Prêmios da CRM

  • Chaotic good
    • Unity
    • Ver perfil
  • Escudo CRMEspada CRM
Death Note - O jogo
Resposta 38 Online: 19 Jun 2016, 15:27
NARRATIVA - DIA 1

@OCTO HUNDRED, Joaquim lhe encara e num franzir de sobrancelhas responde da seguinte maneira:


Pois bem, vamos por partes
1. Quem é Razak? 2 O que sabemos sobre a cobra? Esse cara foi identificado como sendo estrangeiro líder de uma organização criminosa que era líder de contrabando de drogas e armas para dentro do nosso território nacional, parece que algumas unidades policiais foram corrompidas pelo dinheiro fácil e facilitou tudo pra eles, a corregedoria já tem diversos nomes para tratar.

3. Os fanáticos religiosos estão envolvidos com os atentados terroristas? Aparentemente não, não temos nenhuma informação quanto a isso.

4. Quantas vítimas? - Vitimas fatais, somaram 20, mas os feridos passam de 300.

5. Qual será a região mais afetada no geral? Temos especificações? Como por exemplo um bairro em si? Não temos noção de qual o bairro mais afetado, mas parece que eles buscam locais movimentadas para maximizar as baixas.

6. O que planejam fazer contra a Cobra? 7. Como farão isso?
Já foi divulgado em nota oficial uma lista com os nomes e fotos dos principais membros da organização, estamos divulgando para que todos tenham o máximo de cuidado. Mobilizamos uma força do exercito para fazer as mediações necessárias.

8. Eles são apenas brutos ou tem estratégia e padrões? - Parece que eles tem um  padrão, o cérebro OGIM (órgão governamental de inteligência militar) está analisando todas as gravações e apontando os padrões, com isso teremos em breve a forma exata de como eles trabalham.


Tem mais alguma dúvida, garoto ?


Manec

  • *
  • Mensagens: 952
  • - R.E.L.O.A.D.I.N.G -
    • RPG Maker VX/Ace
    • Facebook
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Anel de RubiHeimhelmBladerPhoenix
Death Note - O jogo
Resposta 39 Online: 19 Jun 2016, 16:13
Octo Hundred

Olhou-o após anotações em sua agenda, desligou o gravador e fez uma última pergunta:

Octo: Pretendem usar caçadores de recompensas? Mesmo raros, são habilidosos, e seriam atraídos pelos anúncios. Pretende montar um time desses loucos? Não me leve a mal, essa é mais pessoal, não irá para o jornal, apenas curiosidade mesmo. Pode me responder?

Ele sorriu, nunca imaginou ver um homem daquele sorrir, mas este riso foi seguido por uma breve resposta.
OrManec :D
"Eu sou taekwondista, os meus pés são uma arma."
[close]

Varinha das Varinhas

  • *
  • Mensagens: 140
  • Juro Solenemente Não Fazer Nada De Bom.
    • RPG Maker VX/Ace
    • Ver perfil
Death Note - O jogo
Resposta 40 Online: 19 Jun 2016, 20:56
Saimon Herpes



   Saimon se virou e murmurou.
 - Não preciso de ajuda.
   Então seguiu o corredor, e viu seu irmão e sua mãe numa sala, logo entra, a cara de sua mãe estavá inchada de tanto chorar, ela lhe abraçou e Saimon seguiu até o seu irmão e abraçou ele.
   Olhou ao relógio era 13:03, quando olhou para janela pessoas corriam e algo explodiu.
 - Meus Deuses! O que aconteceu?
   Sua mãe estava espantada, Saimon ficou sem palavras.
Olá,
Varinha das Varinhas se apresentando!

Projetos em Desenvolvimento:




Caça ao Tesouro:


Shephiroth

  • *
  • Mensagens: 794

    Prêmio concebido aos membros que colaboraram para campanha de Prêmios da CRM

  • Chaotic good
    • Unity
    • Ver perfil
  • Escudo CRMEspada CRM
Death Note - O jogo
Resposta 41 Online: 20 Jun 2016, 16:21
NARRATIVA - DIA 1

@OCTO HUNDRED, num rápido trocar de olhares:


Joaquim - Pois bem, muito simples, o AARHGHH[...] MEU PEITO!!


Em um movimento descontrolado, Joaquim esbarra em sua mesa e derruba tudo que está no chão, caindo e se contorcendo de dor, ele estava tendo um ataque cardíaco. Os soldados que estavam próximos correram para acudi-lo, mas era tudo em vão, o corpo do Joaquim ali jaz sem nenhum resquício de vida.


« Última modificação: 20 Jun 2016, 18:02 por Shephiroth »

Alisson

  • *
  • Mensagens: 2840

    Vencedor CRM Awards - Melhor Mapper Vencedor CRM Awards - Melhor Maker Participantes do Maps Together 2

  • Don't slack off. Unlike me, you have limited time.
    • Unity
    • Facebook
    • Steam
    • Youtube
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Dragon ScalesPhoenixEspada CRMBreaklance
Death Note - O jogo
Resposta 42 Online: 20 Jun 2016, 17:56
SERIPH MARTINS
Seriph no lado de fora escuta seu pai gritando seu nome enquanto corria do corredor em sua direção.

Pai - SERIPH! TEMOS PROBLEMAS!

Seriph Martins - O que houve dessa vez, você está mais agitado do que antes.

Pai - Acabamos de receber uma ligação urgente! Joaquim... Joa...

Seriph Martins - Respira. Acalme-se e diga o que foi.

Pai - Joaquim está morto.

Seriph Martins - O comandante?

Pai - Sim. O tenente acabou de receber uma ligação com a notícia. A situação está ruim.

Seriph Martins - Qual foi a causa da morte? Houve alguém suspeito no local? Verificaram se ninguém saiu do estabelecimento?

Pai - Calma... aparentemente ele morreu de ataque cardíaco. Só estavam os soldados e o Octo Hundred no local. A ligação foi rápida, não teve tempo de dar explicações.

Seriph Martins - *Tch!* Isso é ruim. Vamos imediatamente ao local. Eu gostaria de falar com o senhor Hundred.

O pai então entra em seu carro, e Seriph entra junto no banco da frente.

Seriph então pensa consigo.

Seriph Martins - "Muito suspeito. É impossível que essa morte seja apenas acaso..."




Manec

  • *
  • Mensagens: 952
  • - R.E.L.O.A.D.I.N.G -
    • RPG Maker VX/Ace
    • Facebook
    • Ver perfil
    • E-mail
  • Anel de RubiHeimhelmBladerPhoenix
Death Note - O jogo
Resposta 43 Online: 20 Jun 2016, 19:24
Octo Hundred

Não era algo comum, ele mal tinha conhecimentos médicos, não podia apontar uma causa aparente da morte. Eles estava tão bem, morreu de uma hora à outra, sem motivos. Curioso, realmente curioso.
Levaram o corpo do tenente até um hospital próximo dali, menos de dois quilômetros, em área de risco. Octo acompanhou a equipe, levaram o corpo para que o médico ao menos tentasse descobrir o motivo da morte.

Octo: Ele estava bem, não tossia e nem apresentava dor. O que pode ter sido doutor?

Doutor: Não posso apontar, não há registros de doença, é como se ele tivesse a adquirido naquele exato instante. Peço que se retire, senhor Hundred, precisamos de concentração.

Soldado: Espere um pouco lá fora, senhor Hundred, logo o levaremos de volta para a base. Quer recolher informações? Podem ser úteis à um detetive, por exemplo.

Saiu da sala e encontrou alguém no telefone, desesperado. Parecia a atendente. Ela dizia algo sobre ataque.

Atendente: Não se desespere, se você entrar em pânico você... sim eu sei, mas você é o segurança e... não adianta, eles deve ter tomado a parte de fora... pare de gritar, está me desesperando também... eu sei que há feridos neste local, mas não... tudo bem, mas esse hospital fica longe daqui e... sim, sim, temos ambulâncias vazias, mas...não dá, apenas se acalme e acalme os outros, em outro telefone a Kate está ligando para a polícia... não tente combater eles, são terroristas... gritar não adianta nada e... ei, você está aí? Caiu...

Octo: Perdão, poderia me dizer com quem estava falando?

Atendente: Era um segurança de um dos hospitais do sistema. Eles estão sofrendo um ataque terrorista. Todos os gravemente e levemente feridos estavam naquele hospital, temos muitos pacientes lá e as ambulâncias não são o suficiente.

Octo: Entendo... infelizmente não posso fazer nada, sou apenas um repórter. Obrigado pela atenção.

Desceu as escadas e esperou, cerca de quinze minutos depois, os soldados chegaram e o levaram novamente para a base, sem falar nada sobre o comandante. Então vê um homem, perguntava dele à secretária, eis que se vira e vê Hundred.
OrManec :D
"Eu sou taekwondista, os meus pés são uma arma."
[close]

Fine Cut

  • *
  • Mensagens: 71
    • Unity
    • Ver perfil
Death Note - O jogo
Resposta 44 Online: 20 Jun 2016, 19:29
FINN LEWIS
Finn Lewis - Arrependa-se.

Estava satisfeito, e sorria instintivamente.
A carona chegou, sentou atrás.
Seus olhos castanho-amarelados fulgiam, havia uma graça neles.

Atento e criativo, seu senso o levaram a ser bem-sucedido.
Vê o diabo nos detalhes, mas desconfia dele.

Seu ciclo social é fechado, mas são pessoas importantes.
E precisavam dele. E ele era a salvação.

Finn Lewis - Converta-se agora.

:linha3:
« Última modificação: 20 Jun 2016, 19:35 por Fine Cut »

 

Versão Mobile